4 DESTINOS PARA VIAJAR DE MOTO NA AMÉRICA DO SUL

Os apaixonados pelas aventuras em duas rodas certamente já pensaram em rodar muitos quilômetros sobre suas máquinas fiéis. A cada ano, mais pessoas se aventuram por pistas e destinos desconhecidos, trazendo na bagagem uma mistura de emoção e de descoberta. Uma dessas experiências inesquecíveis é viajar de moto na América do Sul.

4 destinos para viajar de moto na América do Sul

Fonte: Acelera

Com destinos de beleza natural deslumbrante, nossos países vizinhos guardam muitas surpresas positivas para quem deseja rodar vários quilômetros em uma verdadeira aventura.

Se você já está se preparando ou sonha em fazer a sua primeira viagem de moto pelo continente, confira os destinos imperdíveis que precisam estar no seu roteiro!

1. Deserto do Atacama (Chile)

Deserto do Atacama
Esse é um dos destinos mais famosos para os viajantes de moto, mas o seu percurso é considerado de dificuldade média, já que a distância é longa para quem sai do Brasil.

O melhor acesso se faz via Argentina, com pontos de visitação próximo à cidade de San Pedro. Por lá, você encontrará paisagens deslumbrantes de tirar o fôlego.

Contudo, é preciso ter experiência na pilotagem, pois algumas partes podem oferecer complicações, como mudanças climáticas bruscas (incluindo nevascas no inverno) e dificuldades para atravessar a estrada íngreme da Cordilheira dos Andes.

Um dos destaques são os Gêiseres de Tatio. Mas, fique atento, evite visitar a região no inverno, pois as temperaturas são baixas mesmo no verão!

2. Salar de Uyuni (Bolívia)

Salar de Uyuni

Para aqueles mais aventureiros, a planície de sal boliviana é um dos destinos mais sonhados. Para chegar lá, você pode escolher algumas rotas, atravessando a região de Potosi, na Bolívia, o Chile ou o norte da Argentina.

Se você está planejando essa viagem, é recomendado evitar o período de chuvas, que vai de outubro a março, porque nessa época uma lâmina fina de água costuma cobrir todo o Salar, impedindo que você rode longas distâncias de moto. Por isso, planeje a sua viagem para o período de seca, de abril a setembro.

Outra dica é sempre levar um GPS, afinal por ali é fácil se perder. Caso não seja possível, contrate um guia.

3. Cidades Históricas Incas (Peru)

Machu Picchu

Nesse roteiro, os destaques estão sobre as 3 principais cidades do Império Inca: Machu Picchu, Cuzco e Nazca, que unem história e beleza natural da Cordilheira dos Andes.

Tudo isso faz com que as cidades sejam consideradas entre os melhores destinos para viajar de moto na América do Sul, já que apresentam estradas para todos os tipos de motoristas: com curvas acentuadas, entre Cuzco e Nazca, e planícies.

O caminho mais comum para os motociclistas que saem do Brasil se faz através da Bolívia, mas é preciso uma boa pesquisa antecipada, pois alguns viajantes têm relatado dificuldades de abastecimento na região.

4. Ushuaia (Argentina)

Ushuaia
Se você é amante de motos e nunca fez uma viagem sobre duas rodas, Ushuaia deve ser o seu primeiro destino. Com uma paisagem única e pistas com retas intermináveis, o roteiro costuma ser mais indicado para ser feito acompanhado, pois o isolamento excessivo pode se tornar perigoso.

Você também terá de enfrentar intensas mudanças climáticas e ventos laterais ao longo do caminho. Mas, tudo compensa ao chegar no seu destino, com uma paisagem única que ficará gravada na sua memória por muitos anos.

A melhor época para fazer esse trajeto é o verão, entre os meses de dezembro a março. Mas, mesmo assim, prepare-se para um frio de até zero grau Celsius. A principal rota até lá é realizada atravessando o Uruguai, entrando na Argentina e seguindo pela Ruta Nacional 3 até o final, em Ushuaia.

 

Se você ficou inspirado por essas dicas, lembre-se que toda viagem fica ainda melhor quando você pode pegar a estrada despreocupado. Então, antes de desbravar esses destinos incríveis, passe na Casa Fernandes e faça um check-up completo na moto. Boa viagem!

5 DICAS DE LANCHES PARA VIAGENS DE CARRO

Vai enfrentar uma longa viagem de carro? Para poder chegar ao seu destino final menos cansado e sem mal estar, pode ser interessante levar uma pequena bolsa com lanches para consumir durante o trajeto, especialmente se você vai levar crianças nessa viagem.

Como os pontos de parada da estrada nem sempre oferecem boas opções de alimentos para consumo, evite passar aperto nessas situações levando a sua própria bolsa de lanches práticos e rápidos.

Confira abaixo cinco sugestões de lanches para viagens!

Adaptado de: Guichê Virtual

Dicas de lanches para viagens de carro

Características de um bom lanche para viagem

Para montar um bom lanche para viagem é preciso conhecer algumas características de alimentos e refeições que devem ser priorizados nesse momento.

Valorize sempre o consumo de lanches leves e nutritivos, sem grandes concentrações de gordura ou alimentos que podem estragar quando estiver fora da geladeira. Dessa maneira, você diminui o risco de apresentar alguma indisposição ou mal estar durante a viagem.

Sanduíches naturais

O sanduíche natural feito em casa é a melhor opção para levar em viagens longas. Monte para você e sua família algumas opções de sanduíches feitos com pão de forma integral, queijos leves (como a ricota, o queijo minas ou mussarela), frios (como o peito de peru) ou carnes desfiadas e alguns acompanhamentos como cenoura ou tomate.

Evite usar maionese ou outros produtos gordurosos que podem estragar ao ficar fora da geladeira. Não é recomendado também acrescentar folhas, como a alface ou a rúcula, se você não tem um recipiente térmico para transportar esses lanches, já que elas podem ficar murchas e estragar o sabor do sanduíche.

Frutas frescas e desidratadas

Frutas são ótimas opções nutritivas de lanches para viagens, já que são práticas de transportar e comer. Prefira àquelas que você pode consumir sem o auxílio de uma faca, como a banana, a pera, maçã ou goiaba.

Frutas desidratadas também são opções interessantes de lanche para levar na mochila. Uvas passas, chips de maçã ou banana e damascos desidratados são ótimas alternativas.

 Dicas de lanches para viagens

Snacks rápidos e leves

Alguns snacks rápidos e leves também podem ser boas opções de lanche para viagens. Porções de oleaginosas (castanha-do-pará, amendoim, amêndoas), cookies integrais, barrinhas de cereal, biscoito de polvilho e torradinhas integrais são lanches simples e fáceis de transportar.

Água e sucos

Nunca se esqueça de levar uma garrafa de água e uma de suco para beber durante a viagem. Usar garrafas térmicas para armazenar essas bebidas pode ser uma boa ideia para mantê-las geladinhas.

Evite levar refrigerantes para não haver o risco de apresentar indisposição no meio do caminho.

Com essas dicas, você viaja preparado e sem descuidar da saúde! E para uma viagem bem mais tranquila e segura, passe na Casa Fernandes Pneus para uma revisão!

5 PASSOS PARA PLANEJAR UMA VIAGEM DE MOTO

Todo mundo sabe que um viagem de moto exige bastante planejamento e preparação para que tudo dê certo, não é mesmo? De ônibus, avião ou carro, os cuidados devem levar em conta vários fatores, mas especialmente os motociclistas devem estar atentos aos detalhes.

Fonte: Acelera

5 passos para planejar uma viagem de moto

E se você decidir radicalizar e colocar a sua moto para rodar na estrada? Você sabe exatamente como se preparar e planejar uma viagem de moto? Tomar as rodovias com sua fiel escudeira requer cuidados especiais para nenhum dos dois passar perrengues.

Para te ajudar nessa aventura, fizemos uma lista com 5 passos indispensáveis para quem sonha em viajar sobre duas rodas. Confira e prepare os motores!

Passo 1: Escolha a melhor rota
Após definir o destino, será necessário traçar a rota que você e sua moto irão percorrer para chegarem até lá. A escolha deve levar em consideração vários fatores, como: tempo de viagem, condições das estradas, se há paradas para abastecer a moto, se existem locais para se alimentar, descansar ou até mesmo dormir.

Além disso, é recomendável também fazer um caminho alternativo, assim você consegue descobrir qual a rota mais vantajosa para chegar à parada final. Por último, não confie apenas no GPS. Leve um ou mais mapas com você e pesquise pontos de referência para garantir que está seguindo a estrada correta.

Passo 2: Prepare todos os documentos necessários
Tão importante quanto colocar as rodas para acelerar no caminho certo, é levar e estar em dia com todos os documentos (seus e da moto) no dia da viagem. Não se esqueça da carteira de identidade, habilitação, cartão de crédito e até carteirinha de saúde para o caso de imprevistos.

Por falar em contratempos, também é válido anotar o seu endereço, o contato de alguém e guardar no bolso. Se prevenir nunca é demais, principalmente quando a viagem vai ter emoção e adrenalina desde a partida.

Passo 3: Certifique-se de que a sua moto está em perfeito estado
Com certeza uma viagem de moto será uma experiência incrível e que fará você ter muitas histórias para contar aos amigos. Então, não vacile e leve-a para uma revisão completa, sempre considerando o relevo do seu destino (montanha, planalto, terra, asfalto, etc.).

Tenha certeza de que os pneus, assentos, transmissão, freios e sistema elétrico estejam funcionando perfeitamente antes de dar a partida. Além disso, durante o trajeto e quando chegar ao destino avalie com frequência o estado e as condições da moto. Caso seja necessário, faça os devidos reparos. Afinal, ela precisa estar inteira para te levar de volta pra casa.

Passo 4: Faça uma bagagem compacta para viajar de moto
Um dos grandes problemas para quem utiliza moto é o transporte de malas e bagagens, devido ao pouco espaço disponível. Mas isso não significa que a viagem deve ser cancelada. É só saber dosar o que levar, levando em conta a quantidade de dias que ficará fora, o clima da cidade de destino e o que realmente será útil para você.

Uma dica é colocar as roupas mais pesadas dentro do baú da moto. Além disso, você pode pesquisar e comprar mochilas adequadas, além de utilizar redes e ganchos para que fique tudo bem preso e seguro. Bom senso e planejamento serão essenciais para ter uma bagagem compacta e fácil de transportar.

Passo 5: Escolha trajes adequados no dia da viagem
Finalmente chegou o grande dia e você já está mais do que pronto para subir na moto e ganhar o mundo, exato? Errado! Ainda falta o último passo para que a sua viagem seja um verdadeiro sucesso: a roupa que irá usar no dia.

Quem anda de moto sabe que é necessário se proteger do vento forte, do frio e de eventuais chuvas. Por isso, use botas, luvas e não dispense a clássica jaqueta de couro. Para não errar, confira as condições climáticas do dia. E claro, não deixe de usar o capacete.

Curtiu as dicas? Então, lembre-se de se planejar para passar na Casa Fernandes Pneus e fazer "aquela" revisão antes de pegar a estrada. E boa viagem!

BRUNO MARON E CASA FERNANDES PNEUS POR AÍ

Em 2015, o paulistano Bruno Maron criou o canal no YouTube Bruno Maron Por Aí, onde divulgava vídeos de suas viagens a bordo de sua motocicleta, apelidada de Maju. Mas foi somente no final de 2016, ao postar um vídeo sobre uma multa que havia recebido, que o canal viralizou. E foi então que a Casa Fernandes Pneus entrou nessa história.

Bruno Maron na Casa Fernandes Pneus (Imagem: Vídeo Bruno Maron Por Aí)

No video, que você pode ver clicando aqui, Bruno recebe uma multa por estar trafegando com os pneus de sua moto supostamente gastos demais. Além de falar sobre educação no trânsito e indústria da multa, ele conta que decidiu trocar seus pneus na Casa Fernandes, por ser o melhor custo-benefício que encontrou. E, após uma visita à nossa oficina, ele está pronto para voltar a viver suas aventuras.

Meses depois, Bruno volta à Casa Fernandes Pneus, dessa vez a convite de nosso diretor Fredy Tejada, para assistir a um treinamento técnico da prestigiada linha japonesa de correntes D.I.D Correntes, uma de nossas fornecedoras. Além disso, Maron também recebeu algumas dicas de segurança de nossa equipe, e compartilhou toda essa experiência em um vídeo incrível que você vê clicando aqui.

Bruno Maron na Casa Fernandes Pneus (Imagem: Vídeo Bruno Maron Por Aí)

Não deixe de se inscrever no canal do Bruno e também no da Casa Fernandes Pneus para acompanhar todas as novidades! E faça como ele: conte com a Fernandes para cuidar de sua moto, garantindo sempre a melhor performance com muita segurança. E pelo melhor preço!

10 DICAS PARA QUEM VAI VIAJAR DE CARRO COM SEU ANIMAL DE ESTIMAÇÃO

Ao decidir levar sua família e seu animalzinho de férias por aí, não basta colocar todo mundo no carro e cair na estrada. Alguns cuidados precisam ser tomadas para evitar transtornos para você e para o animal. Transporte irregular de animais no carro, por exemplo, pode acarretar em multa e até apreensão do veículo, além de pontos na carteira.

Fonte: Granvita 

Existem no mercado hoje diversos equipamentos que auxiliam no transporte de animais, que além de deixá-los mais seguros, os deixam também mais confortáveis. Para gatos e cães pequenos, o ideal é a utilização de caixas próprias para transporte, chamadas de kennel. Já para animais maiores, o ideal é a coleira que se adapta ao cinto de segurança. O cinto de segurança para o animal no banco de trás do carro é tão importante quanto para quem está na frente. Numa colisão, o corpo do bichano pode ser projetado contra o banco do motorista e causar danos maiores.

Caixa de transporte de animais

10 DICAS PARA PARA QUE VOCÊ TENHA UMA VIAGEM FELIZ COM SEU ANIMALZINHO DE ESTIMAÇÃO:

1 - Não dê ração ou qualquer tipo de alimento ao cão quatro horas antes do percurso. Para água a regra deve ser uma hora antes. Em caso de felino, o jejum é de duas horas antes do percurso.

2 – De hora em hora, pare o automóvel e desça com o cão para possíveis necessidades fisiológicas. Um pouco de água é necessário para hidratação.

3 - Leve acessórios do bicho de estimação para que ele se sinta em casa. Em caso das caixas de transporte, coloque o próprio cobertor do animal como forro para reforçar a idéia da casa.

4 - É obrigatório levar a carteira de vacinação e um atestado de trânsito emitido por médico veterinário particular (chamada guia de trânsito).

5 - Nunca dê comida durante a viagem: isso causa enjôo e altera o sistema digestivo.

Viagem de carro com cachorro

6 – Dê algumas voltas de carro com o seu animal por pequenas distâncias para ele ir se acostumando.

7 – Manter a temperatura do carro próxima a temperatura externa. Nada de ar-condicionado na temperatura mínima.

8 - Não levar o animal solto nem com a cabeça para fora. A regra serve para qualquer raça ou tipo. Uma distração que o motorista tenha com o movimento do bicho pode ser fatal.

9 - Existem no mercado de pet shop calmantes naturais. Informe-se sobre o melhor com o seu veterinário, se isso for necessário.

10 - Outro produto que pode facilitar a sua vida são as fraldas veterinárias, que podem evitar um desastre na viagem.

E, para a família toda ficar tranquila, não se esqueça de fazer aquela revisão na Casa Fernandes antes de qualquer viagem!