Casa Fernandes de Pneus

OS CUIDADOS QUE VOCÊ TEM QUE TER COM OS PNEUS DO SEU CARRO NESTA QUARENTENA

Calibragem mais alta e movimentação do veículo são ótimas dicas para seu pneu estar sempre apto a voltar a andar

Nesta época de quarentena, tudo que não for essencial deve ser evitado. Quem pode, está trabalhando de home office e aquele companheiro do dia a dia é, muitas vezes, deixado parado, descansando na garagem: o carro. Neste momento especial que vivemos, esta medida é a correta. Entretanto, você sabia que precisa cuidar com carinho dos pneus do seu parceiro para que ele passe bem por esse tempo em reclusão? Não? Então vamos te explicar.

O primeiro ponto antes de deixar seu carro parado por um longo período é a calibragem. Deve-se utilizar sempre o maior valor indicado no manual do veículo, como se estivesse com a carga completa de peso, ou então, caso o veículo indique a mesma pressão também para o carro com carga máxima, a pressão deve então ser acrescida em, aproximadamente, 5 a 7 psi (aproximadamente +20%). Isso ajuda a deformar menos os pneus parados (efeito flat spot), além de não deixar eles vazios muito rapidamente caso haja algum micro vazamento na válvula, por exemplo. Para isso é importante também que o veículo seja sempre monitorado.

Os cuidados que você tem que ter com os pneus do seu carro nesta quarentena
 
 

Outro ponto importante é não parar, de forma alguma, sobre objetos ou pisos muito irregulares, bem como em poças de óleo ou outros produtos químicos ou derivados de petróleo. Estes líquidos possuem solventes ou outros tipos de materiais em sua composição que, ao entrar em contato com a borracha, podem acelerar o processo de deterioramento do pneu.

Além disso, o ideal é movimentar o carro semanalmente, nem que seja um breve empurrão para frente ou para trás, entre 30 e 40 centímetros, que já é o suficiente. Isso evita que o pneu fique sustentando todo o peso do veículo em um mesmo local por muito tempo. Para quem puder colocar o carro sobre cavaletes próprios para esse fim - sempre com muito cuidado e segurança, perdendo o contato com o solo - é ainda melhor.

Verifique visualmente os pneus para ver se há alguma protuberância ou deformação causada pelo carro ter ficado parado por um longo período de tempo ou pelas condições climáticas. Verifique também se há danos, cortes, abrasões e abaulamento do pneu. Lembramos que estas deformações (flat spot) no pneu podem ser temporárias ou definitivas, dependendo do tempo e condições em que o pneu ficou parado sustentando o peso do veículo. Quando o mesmo passar a rodar novamente essa deformação pode desaparecer (depois de aproximadamente 80km rodados) ou não. Caso essa deformação não desapareça, o pneu pode continuar com vibrações e instabilidade no volante, ruídos e desgaste irregular na banda de rodagem, devendo então ser substituído.

Quando a pandemia chegar ao fim, não se esqueça de calibrar os pneus novamente, incluindo o estepe, para a pressão indicada no manual do proprietário do veículo. Se tiver qualquer dúvida ou suspeita leve seu carro para ser examinado por um especialista em uma das centenas lojas Pirelli Performance Center espalhadas em todo o País. Seguindo essas dicas, seu carro estará apto a te dar segurança quando a pandemia passar e tudo voltar ao normal.

CUIDADOS ESSENCIAIS NA HORA DE SAIR DE CARRO

Fonte: Allianz Auto 

CUIDADOS ESSENCIAIS NA HORA DE SAIR DE CARRO

Sabemos que a recomendação geral é evitar sair de casa. Mas, em alguns casos, o deslocamento é necessário. Para quem tem carro em casa, existem alguns cuidados que podem ser tomados para garantir a segurança de todos e evitar o contágio pelo coronavírus, mas se puder, fique em casa.

Aqui, nós trouxemos algumas dicas de higiene para ajudar você a cuidar da sua saúde e do seu automóvel.

 

Limpe tudo que está ao seu alcance! Volante, maçanetas, câmbio, carpetes, bancos e até o encosto de cabeça. É muito importante manter todas as áreas em que há contato físico sempre higienizadas.

O primeiro passo é limpar as superfícies com detergente ou sabão neutro para remover sujeiras aparentes. Em seguida, limpe com um desinfetante de uso geral,
eliminando bactérias e microrganismos.

Nesse momento, manter as janelas abertas é a melhor opção. Mas, se você precisar usar o ar-condicionado, certifique-se de que a manutenção e a limpeza do
aparelho estão em dia.

Deixe o álcool em gel sempre por perto e use apenas para higienizar as mãos. Nunca borrife no painel do carro, pois existem áreas que podem ser danificadas!

Vai fazer algum pedido pelo Drive Thru? Então não se esqueça de colocar a máscara no rosto antes de sair de casa. Nesse momento, é muito importante evitar
qualquer tipo de contato físico.

E precisando de cuidados com os pneus do seu carro, #VempraFernandes

OS CUIDADOS QUE É PRECISO TER COM UM CARRO QUE FICA PARADO

Fonte: Quatro Rodas
Precisa deixar o carro estacionado na garagem durante algum tempo? Então, fique atento para evitar problemas que podem surgir, mesmo sem você ligar o motor

unknown-1-e1495840470340.jpg

Seu carro fica mais tempo parado em casa do que rodando na rua? Mesmo assim ele precisa de cuidados (Mauro Souza/Quatro Rodas)

Uber, aplicativo de carona, carro compartilhado, bicicleta, transporte coletivo. Atualmente, quem vive nas grandes cidades tem tantas opções que é cada vez mais comum o número de pessoas que está deixando o segundo automóvel mais tempo parado na garagem – e às vezes até o único veículo da casa.

Se esse é o seu caso, é bom saber que é preciso tomar algumas precauções para evitar uma dor de cabeça na hora em que você voltar a dirigi-lo.

Primeiro, é preciso saber quanto tempo pretende deixá-lo parado. Se for por até duas semanas, pode relaxar: não é suficiente para causar estragos. Mas é bom providenciar uma boa limpeza (por fora e por dentro) para manter a pintura em bom estado.

Verifique principalmente se não há restos de alimentos ou líquidos no interior e garanta que os revestimentos estejam perfeitamente secos. Migalhas de biscoito, por exemplo, podem atrair insetos e manchas de suco ou de refrigerante ficam mais difíceis de retirar com o tempo.

Encerar a carroceria é outra boa prática, pois evita que a sujeira grude na pintura. O ideal é guardar o automóvel em uma garagem coberta e bem ventilada, mas longe do sol. Caso não seja possível, providencie uma boa capa automotiva – precisa ter entrada para ventilação e forro que não cole na lataria quando chover.

William Oliveira, gerente da Dakar Auto Center, faz uma observação importante: “Se não for usar com fre­quência, é importante passar a trocar o óleo do motor e os filtros de acordo com o tempo, e não com a quilometragem”. Afinal, mesmo com o motor desligado, o lubrificante se degrada pela oxidação.

Um exemplo real: o Onix Joy pede troca aos 10.000 km, mas se rodar pouco, é considerado uso severo e deve ser substituído em seis meses. O mesmo vale para o fluido de freio: ele vence após dois anos caso não atinja os 20.000 km antes.

Mangueiras e correias

Atenção também aos pneus. “Se estiverem com pressão inadequada e ficarem estacionados por muito tempo, podem se deformar”, explica Oliveira. Se o veículo ficar imobilizado por mais de um mês, use a pressão indicada no manual para carga máxima.

Renato Sollitto, gerente de produto da Peugeot do Brasil, reforça que há outros itens que se degradam com o tempo. Mangueiras com pouco uso podem ressecar e rachar com mais frequência. E cuidado com as correias: no Onix, a dentada deve ser trocada após seis anos se não chegar a 60.000 km. Os limpadores de para-brisa precisam ser levantados para evitar que a borracha da palheta grude e se deforme em contato com o vidro.

O técnico Thiago Amaral das Chagas, da Auto Mecânica Kobata, lembra a importância de verificar o reservatório de gasolina da partida a frio: “Gasolina velha pode provocar a formação de goma, que pode entupir os dutos e ressecar as juntas do sistema”. O melhor é abastecer o tanquinho com gasolina Podium, que possui maior prazo de validade.

Já o ar-condicionado deve ser usado sempre, para lubrificar o sistema de vedação do gás e das mangueiras – vale até para quem roda com frequência e não aciona o ar. O ideal é ligá-lo por 30 minutos, a cada 15 dias.

Também é recomendado usar calços para manter o carro parado (em superfície plana), em vez do freio de mão, já que a umidade pode fazer com que os freios grudem mesmo se forem a disco. Se a parada durar mais de um mês, desconecte a bateria, já que há equipamentos que consomem energia com o motor desligado, como relógio, rádio ou alarme.

Carro no cavalete

No entanto, se a estadia for mais prolongada, acima de seis meses, por exemplo, é preciso tomar outros cuidados. Além do já recomendado, deixe o mínimo de combustível no tanque e apoie o veículo sobre cavaletes, para evitar que os pneus fiquem “quadrados”.

Ou então você pode apelar a um amigo de confiança e pedir que rode com o carro quando estiver fora. Afinal, a melhor precaução, é o uso (leia abaixo), nem que seja pouco, porque isso vai livrá-lo de toda essa trabalheira.

Rodar periodicamente é a melhor prevenção

Como qualquer máquina, o automóvel funciona melhor se for utilizado comfrequência. Rodar ao menos 5 km a cada 15 dias é o suficiente para manter o conjunto mecânico em bom estado. Mas atenção: não basta ligar o motor com o carro parado. Assim, apenas o motor estará sendo beneficiado.

“Itens da transmissão, como as juntas homocinéticas, e da caixa de direção, precisam ser movimentados para garantir a lubrificação de seus componentes”, afirma Thiago Amaral das Chagas, da Mecânica Kobata.

Além disso, rodar periodicamente também ajuda a evitar que a embreagem fique “colada”, por excesso de umidade. E evitar isso deixando um peso sobre o pedal da embreagem, por exemplo, não funciona: pode acabar provocando a fadiga da mola.

NOVO PNEU ESPORTIVO METZELER SPORTEC M9 RR

Fonte:  Duas Rodas 

Fabricante promete um pneu esportivo que também é seguro em uso diário, mesmo em baixas temperaturas

2020.03.10-18.17.26-0.jpg

Por Magno Augustus Xavier, de Málaga (Espanha)   

A província de Málaga, na Espanha, é um oásis com 330 dias de sol anuais. No final do inverno europeu, foi para lá que viajamos para avaliar o novo pneu esportivo de rua da alemã Metzeler. 

As estradas estreitas e sinuosas, cercadas por paredes rochosas e precipícios, formam um cenário deslumbrante e ideal para motociclistas que gostam de curvas e emoção. Além da estrada, os testes incluíram o autódromo Ascari, nos arredores da cidade histórica de Ronda. 

Os novos pneus esportivos Metzeler Sportec M9 RR foram desenvolvidos nas corridas de estrada da Europa. Segundo a fabricante, o novo produto seria capaz de contemplar as necessidades dos pilotos que fazem uso diário de suas motos, seja na cidade ou estrada, e ainda levá-los a dias de treino em autódromo (track day) sem necessidade de troca. 

Ou seja, acelerar forte com segurança e voltar rodando com o mesmo jogo de pneumáticos para casa. Será mesmo? A frota que a Metzeler usou para demonstração foi de dar frio na barriga. Além de sport-touring e nakeds de alta performance, Honda CBR 1000RR, BMW S 1000 RR, Suzuki GSX-R 1000R. Escolhi uma motocicleta mais “racional” para a estrada, a sport-touring  BMW S 1000 XR, que depois trocaria pela KTM 1290 Super Duke GT. 

Considerando o currículo vitorioso do Metzeler Sportec na corrida de estrada mais famosa do mundo, o TT na Ilha de Man, nada mais justo que explorar o limite do novo pneumático em ambiente semelhante. Assim, apesar de não ter tempo para curtir a belíssima paisagem, consegui forçar os pneus em várias situações. 

Nas curvas, todas desconhecidas para a maioria, por vezes entrava rápido demais. Para corrigir, percorria parte do trajeto inclinando e freando forte, simultaneamente, ao estilo trail braking. Em nenhum momento a frente desviou, a moto mantinha a linha, sem tendência de abrir trajetória. 

Apensar do sol, a temperatura estava baixa, o asfalto frio e tenho impressão que jamais consegui aquecer os pneus como gostaria. Entretanto, quando atingia o limite de aderência, eles apenas deslizavam. Como acontece nos autódromos com pneus para corrida em dia de sol, o que é uma ótima característica.

No meio das curvas mais longas, foi fácil manter a moto na trajetória. Os pneus promoveram a estabilidade já característica das motos de alto desempenho. Podia manter a inclinação como queria, em harmonia com a velocidade, fazendo pequenos ajustes com precisão, quando necessário.

Durante os testes em estrada não usei toda a banda de rodagem do pneu dianteiro, tinha sempre a sensação que podia inclinar e frear muito mais. Sempre havia reserva para aumentar o ângulo de inclinação e fechar trajetórias.

Na hora de abrir o acelerador, “bang”! O pneu traseiro derrapava, ou melhor, deslizava como deve fazer um bom pneu, ajudando no direcionamento da motocicleta e colaborando com aquele sorriso dentro do capacete. Claro que isso exige menos atuação do controle de tração, mas tudo bem, o pneu traseiro conseguia lidar progressivamente até com o torque brutal da KTM Super Duke no modo “Race”.

A previsibilidade do Sportec M9 RR fortaleceu a confiança para usar “pra valer” freios e acelerador. A partir de então, foi só curtir a pilotagem.

Gosto de pneus assim, do tipo que não escorregam repentinamente, que não assustam, mas quem não gosta? Não importa se estou pilotando em ritmo tranquilo de estrada, ou em modo “esportivo” na pista, sei que os pneus são bons quando não preciso pensar neles. Assim há mais tempo para procurar a melhor trajetória, que pode ser a mais segura na estrada ou a mais rápida no autódromo.

Outras características bem-vindas em pneus para estrada são a rigidez estrutural, que por vezes pode ser “dura” demais, comprometendo o conforto em longas viagens. Não é o caso do novo esportivo da Metzeler. Outra é o nível de ruído, proveniente principalmente do desenho dos sulcos, e o Sportec tem um desenho que “canta” baixo. 

Segundo a Metzeler, o Sportec M9 RR foi concebido para calçar motos naked, sport e sport-touring de alto desempenho, verdadeiras devoradoras de borracha. Apesar do “RR” no nome, também atende às necessidades do dia a dia, independentemente de temperatura e clima, seja em percurso urbano, rodoviário e até autódromo. O objetivo é contemplar três necessidades em um produto.

É importante frisar que esses pneus não são para competição, são pneus esportivos para estrada, mas que suportam o uso extremo na motovelocidade, prática que eleva demais a temperatura e o desgaste dos pneumáticos em poucos minutos.

E para provar que os pneus aguentariam, a Metzeler reservou algumas horas de treino no circuito particular Ascari. Um verdadeiro campo de provas que, apesar das zebras e áreas de escape, se parecia mais com estrada do que propriamente autódromo. Várias curvas e retas em aclives e declives copiam o relevo local por 5 km.

A temperatura mal alçava 10°C e foi surpreendente manter um ritmo razoavelmente rápido com a BMW S 1000 RR e depois com a KTM 790 Duke, sem exceder os limites da pista. Foi possível atacar as curvas, exigindo agilidade da moto e dos pneus. 

Nas rápidas mudanças de direção, ambas as motos mostraram-se leves ao guidão, facilitando alternar as trajetórias durante os trechos em “S”. Com maiores inclinações, foi possível explorar os predicados do composto “macio” extra-aderente da parte final da banda de rodagem, que não tem sulcos para escoamento de água, são lisos como em pneus de competição. 

Dava para sentir a moto deslizando suavemente nas curvas de forma neutra, com ambas as rodas. Essa característica já existia no modelo anterior, o Sportec M7 RR, mas foi ampliada, maximizando a área de contato em uma parte do pneumático que só é atingida em pilotagem em piso seco, quando a tendência é andar mais rápido e atingir grandes inclinações. É diferente quando o pavimento está molhado, os ângulos são menores e não se alcança a parte lisa dos pneus.

Após os testes, as partes centrais dos pneus apresentaram pouco desgaste, tanto dianteiro quanto traseiro. Essa parte é revestida com um tipo mais “duro” de composto focado na durabilidade em detrimento da aderência. Mesma impressão nas laterais da banda, estas de composto “macio” para maior aderência em oposição à durabilidade.

A emenda entre os compostos na seção da banda de rodagem continuou imperceptível após os testes, não apresentando qualquer desnível e garantindo precisão e estabilidade nas trajetórias.

O Sportec M9 RR é um pneu para quem precisa de mais performance que a oferecida em pneus touring, mesmo em baixas temperaturas, mas não abre mão de durabilidade. Entretanto, considere que esta característica é inversamente proporcional ao desempenho esportivo. Isto é, quanto mais aderente, menos durável, e vice-versa.

Trata-se de um pneu bicomposto de construção mais complexa. Pode até atingir a perfeição no custo-benefício, mas isso depende do estilo de pilotagem de cada um. 

Por exemplo: se determinados pneus atingem o limite de uso (TWI) primeiro nas laterais e não no centro, o piloto não precisa de um composto mais duro nessa parte. Afinal, o momento da troca chegou e ainda há borracha no centro, que será desperdiçada. Em uma situação oposta, quando o limite de uso é atingido primeiro no centro, acontece o desperdício de material nas laterais. 

Do ponto de vista econômico é possível determinar se vale ou não a pena investir em um novo jogo de pneus, seja do tipo mais simples, com composto único na dianteira, ou um multi-composto como o Sportec M9 RR, considerando o desgaste do jogo a ser substituído. No mundo ideal, o desgaste seria completamente uniforme com as indicações TWI atingidas simultaneamente em toda a banda de rodagem.

De qualquer forma, aderência e agilidade nunca são demais em qualquer pneu. Durante situações de emergência cotidianas, como desviar de um buraco, qualquer motociclista pode atingir grandes ângulos de inclinação. E nesses momentos a reserva de performance dos pneus esportivos pode fazer a diferença, ainda mais quando funcionam bem frios. 

Já nos autódromos, a capacidade dos pneus manterem a consistência, a previsibilidade durante longos treinos, independentemente das altas temperaturas, é a característica mais desejável, contribuindo na confiança e segurança durante a prática da motovelocidade. O novo Sportec M9 RR é capaz de fazer tudo disso.

MAIS VERÃO COM PIRELLI

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO – “MAIS VERÃO COM PIRELLI”

Período de vigência da promoção: De 06 de Fevereiro a 31 de Março de 2020.

1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS:

1.1. As pessoas jurídicas que operam sob a marca Bluefit Academias de Ginástica e Participações S.A., localizadas exclusivamente em território nacional, conforme indicado no site: www.bluefit.com.br

1.2. A Bluefit, buscando sempre melhorar a relação entre aluno/academia, realiza promoções que buscam estreitar relações com os alunos, bem como proporcioná-los uma excelente prestação de serviços visando constantemente uma parceria proveitosa e duradoura para ambos os lados.

2. DA PROMOÇÃO:

2.1. Trata-se de promoção denominada “MAIS VERÃO COM PIRELLI”, que terá sua divulgação através do site da Pirelli, em que, mediante a compra de 2 pneus da marca PIRELLI (produtos da linha Fórmula não serão aceitos), independente do aro, o cliente terá direito a um voucher de freepass de 30 dias corridos para ser utilizado em qualquer Unidade da Bluefit em todo o território nacional, cujos endereços estão disponíveis no site: www.bluefit.com.br.

2.1.1. Para poder ter acesso ao voucher do freepass, basta o cliente enviar a nota fiscal comprovando a compra dos pneus para o e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. e deverá informar o nome e RG da pessoa que utilizará o voucher. As notas fiscais obrigatoriamente deverão ter data de emissão de acordo com a vigência da campanha (06 de fevereiro a 31 de março de 2020). Após comprovação através da nota fiscal de compra dos pneus, o voucher de freepass será disponibilizado em até 02 (dois) dias úteis via e-mail para o cliente. A data limite para ativação do voucher é 30 de Abril de 2020.

2.1.2 A Pirelli será responsável pelo envio dos vouchers que irão conceder aos seus usuários 30 dias free. A Bluefit por sua vez, terá por obrigação e responsabilidade a emissão e controle dos códigos gerados para a Pirelli, até o período de vigência da campanha “MAIS VERÃO COM PIRELLI”.

2.1.3 O Free pass não será nominal no ato da compra dos pneus, somente após ativação do voucher na unidade da Bluefit escolhida ou através do site www.bluefit.com.br, o cliente Pirelli poderá ativar o voucher até a data limite estipulada, conforme prevê parágrafo 2.1.1.

2.1.4 Os interessados terão direito a utilizar todas as unidades da BLUEFIT em âmbito nacional, que disponibilizam modalidades de aulas de ginástica, lutas e musculação, de acordo com as Normas de Utilização (disponibilizadas no website www.bluefit.com.br) e regras internas de funcionamento da respectiva unidade.

3. FORMA DE PARTICIPAR:

3.1 Para validação e ativação do voucher, o cliente deverá comparecer em qualquer Unidade da Bluefit ou acessar o site www.bluefit.com.br, selecionar a Unidade pretendida e fornecer o código promocional do freepass, selecionando o plano “Gold”. Um cartão de crédito obrigatoriamente do cliente deverá ser cadastrado para ativar o freepass 30 dias corridos e o mesmo deverá ser cancelado até 5 dias antes de completar o prazo dos 30 dias, para que não haja nenhuma cobrança referente ao próximo mês de acesso à unidade escolhida (Valor cheio da mensalidade do plano “Gold”, com matrícula isenta). O prazo máximo para ativação do voucher é 30 de Abril de 2020

3.1.1 Caso o cliente Pirelli não realize o cancelamento na unidade no prazo estipulado, seja gerado uma cobrança no valor de R$99,00, referente ao valor da mensalidade, com isenção de matrícula R$120,00 e a taxa de manutenção no valor de R$199,90, que a cada período de 12 meses, será cobrado. O valor referente a mensalidade, será atualizado a cada 12 (doze) meses pela variação positiva do IGP-M/FGV ou por qualquer outro que venha a substituí-lo.

3.1.2 Poderá participar da Promoção toda pessoa física residente em território brasileiro, excetuando-se aqueles que tenham vínculo com a Bluefit, como: funcionários, estagiários, alunos matriculados.

3.1.3 Personal trainers da Bluefit não poderão participar da presente Promoção.

3.1.4 Também não poderão participar da Promoção os alunos da modalidade “Plano convênio”.

3.1.5 A promoção não é cumulativa com quaisquer outros descontos, promoções ou benefícios.

3.2. PARTICIPAÇÃO DO INDICADO:

3.2.1. Para a regular participação do Indicado, ele deverá realizar sua matrícula no plano Gold, previamente validada, observando o seguinte:

a) Comparecer em qualquer Unidade da Bluefit ou acessar o site www.bluefit.com.br, selecionar a Unidade pretendida, selecionar o plano Gold e fornecer o voucher freepass promocional;

b) Para validação da matrícula, o Indicado deverá comparecer na Unidade escolhida para assinatura e preenchimento/apresentação dos documentos necessários para efetivação da matrícula. Quando for exigência legal a prévia apresentação de documentos que validem a aptidão para a prática de atividades físicas, como, por exemplo, atestado médico assinado e carimbado por médico regularmente inscrito no Conselho Regional de Medicina e/ou a resposta de questionários de prévia participação, termo de responsabilidade e outros documentos exigíveis, a liberação da matrícula do Indicado ficará condicionada à apresentação dos referidos documentos, além de qualquer outro documento exigido pela legislação vigente e/ou pela Bluefit Academia, sob pena de, não os apresentando ou se recusando a assinar os documentos ou cumprir os prazos aqui estipulados, não terem sua matrícula ativada e não poderem usufruir os benefícios desta Promoção, sob pena de cancelamento e invalidação da premiação para o Aluno que indicou o Indicado.

3.2.2 Caso o Indicado seja um ex-aluno e tenha pendências financeiras referentes a planos anteriormente contratados, ele deverá comparecer no balcão da unidade de sua matrícula anterior para sanar as pendências. Ao reativar seu plano o Indicado deverá inserir o código promocional recebido.

4. RESTRIÇÕES:

4.1 Caso o cliente Pirelli não apresente os documentos solicitados, ou se recusem assinar os documentos aqui estipulados, estarão automaticamente proibidos de seguirem com o benefício da campanha.

4.2. Indicados menores de 18 (dezoito) e maiores de 12 (doze) ano, deverão estar acompanhados dos respectivos representantes legais no ato da efetivação da matrícula na Unidade escolhida, conforme previsto no item 3.2.1 acima, devendo eles estarem munidos de documentos que comprovem sua condição.

4.3. Observações:

4.3.1. Todas as informações a respeito dos endereços das Unidades, preços praticados nas Unidades e respectivas formas de pagamento estão disponíveis no site: www.bluefit.com.br.

4.3.2. A isenção objeto desta Promoção não dará direito a qualquer outro desconto, abatimento, ou vantagem, além daqueles previstos no presente Regulamento, sendo aplicáveis as taxas de manutenção anual e mensalidades previstas no respectivo plano, as quais serão cobradas por inteiro, bem como demais exigências nele contidas.

5. VIGÊNCIA

5.1 A Promoção “MAIS VERÃO COM PIRELLI” terá prazo de vigência de 06 de Fevereiro a 31 de março de 2020, A data limite para ativação do voucher e utilização dos benefícios firmados entre Pirelli e Bluefit é 30 de Abril de 2020

6. CONDIÇÕES GERAIS

6.1. Alterações: Este Regulamento poderá ser modificado e/ou a presente Promoção suspensa ou cancelada, sem prévio aviso, por motivo de força maior ou por qualquer outro motivo que esteja fora do controle da Bluefit, que comprometa a sua realização, ou, ainda, prorrogada, nos termos de novo regulamento.

6.2. Gratuidade: A atribuição dos prêmios é gratuita, não cabendo qualquer ônus aos contemplados, nos limites previstos neste Regulamento. A Bluefit não se responsabiliza por outras despesas.

6.3. Os clientes Pirelli, não conseguirão usufruir do benefício no momento da apuração/checagem das indicações, em caso de i. fraude comprovada; ii. impedimento previsto neste Regulamento. A Bluefit se reserva o direito de desclassificar qualquer participante da Promoção conforme as normas internas da Unidade participante e os critérios médicos por ela exclusivamente estabelecidos, sem prejuízo das demais hipóteses de desclassificação previstas neste Regulamento. Serão automaticamente excluídos os participantes que tentarem fraudar ou burlar as regras estabelecidas neste Regulamento.

6.3.1. O Aluno e o Indicado responsabilizam-se pelos dados fornecidos para participação da Promoção, inclusive com relação a eventuais danos a direitos de terceiros. Caso o Indicado informe, no ato da inscrição da Promoção e/ou da matrícula, dados incorretos, tais como RG, CPF, e-mail e endereço residencial que impossibilitem a sua identificação e contato, a matrícula será invalidada, ele será excluído da Promoção e sua indicação não será computada para a premiação do Aluno que o indicou.

6.3.2. Caso seja constatada qualquer irregularidade, bem como inconsistência com relação aos dados anteriormente informados pelo Aluno, a Bluefit Academia se reserva no direito de não conceder ou suspender a utilização do benefício desta campanha.

6.3.3. Qualquer tentativa fraudulenta para o não cumprimento na íntegra do presente Regulamento invalidará automaticamente a possibilidade de o premiado poder usufruir dos Prêmios, não respondendo a Bluefit Academia por eventuais equívocos do participante.

6.4. Outras promoções: A Bluefit coloca-se no direito de realizar promoções paralelas e/ou vinculadas a esta que distribuam prêmios ou brindes sem prévio aviso, de acordo com as regras a serem estipuladas e previamente divulgadas.

6.4.1. Esta Promoção não é cumulativa com qualquer outra promoção já em vigor ou que venha a vigorar durante o seu prazo de vigência, seja local ou nacional.

6.5 Obrigações contratuais: Poderá perder o direito ao recebimento de prêmios os Alunos e ex-alunos que, na data de entrega do prêmio, não estiverem em dia com suas obrigações.

6.6 Cancelamento de plano vigente: O cancelamento do plano vigente pelo Aluno implicará na perda do direito de usufruir as mensalidades isentas decorrentes da premiação desta Promoção, sendo que não haverá reembolso/estorno de qualquer valor referente ao período residual a que faria jus.

6.7 Não serão válidas as indicações realizadas no período anterior ou posterior ao prazo de vigência desta Promoção.

6.8 Em hipótese alguma poderá a Bluefit ser responsabilizada por indicações enviadas de forma incorreta; falhas de caráter técnico de qualquer tipo e origem; problemas em rede de computadores, servidores e/ou provedores; problemas de hardware ou software; erro, interrupção ou falhas em transmissões ou operações de dados de qualquer origem; falhas na transmissão de dados em razão de problemas técnicos ou de congestionamento de rede, ou, ainda, em razão de queda de energia elétrica; ações de vírus, bugs e hackers.

6.9 Ao se cadastrar nesta Promoção, na forma deste Regulamento, o Aluno cede à Bluefit, de forma gratuita e por prazo indeterminado, direitos de uso de nome, imagem e áudio, bem como o direito de mencionar seu nome em qualquer meio audiovisual, por qualquer meio, técnica e formato, em todo e qualquer meio/veículo de comunicação hoje existente ou que venha a ser desenvolvido no futuro, os quais serão utilizados dentro e fora das unidades participantes da Promoção, como objeto promocional da mesma. A cessão do direito de uso de imagem do Aluno abrange as seguintes modalidades de utilização:

a) fixação em qualquer suporte material apto a reprodução de imagens e imagens conjugadas com som, podendo, ainda, ser reproduzida em qualquer suporte material tal como “home-video”, “vídeolaser disc”, “digital vídeo disc” (DVD) e similares;

b) rede internet, incluindo site da Bluefit e/ou da Promoção e em todos os canais de comunicação e redes sociais (Facebook, Twitter, Blog, Youtube, Flickr) etc. e difundida através de quaisquer meios como projeção, transmissão, difusão e divulgação da Bluefit, bem como em quaisquer processos e veículos de reprodução e exibição, existentes no Brasil e no exterior;

c) inclusão em catálogos, folhetos e demais materiais gráficos que tenham a finalidade de divulgar a Bluefit, sem quaisquer ônus e sem restrição de território, número de exibições e exemplares que venham a ser distribuídos.

6.10 A Bluefit Academia não poderá ser responsabilizada por perda, furto, roubo, danos morais ou materiais, atrasos ou preenchimento incorreto dos requisitos obrigatórios por parte do participante da Promoção, reservando-se no direito de cancelar a Promoção ou alterar o presente Regulamento, em decorrência de caso fortuito ou força maior, a seu exclusivo critério.

6.11 Os clientes Pirelli deverão assinar regularmente o Contrato de Prestação de Serviços referente ao Plano Gold, bem como todo e qualquer acessório, termo de responsabilidade e/ou qualquer outro documento que seja necessário para que possa usufruir de toda a estrutura da BLUEFIT, devendo observar o regimento interno da academia.

6.12 Eventuais ações promocionais com oferta de descontos realizadas pela BLUEFIT não serão cumulativas ao desconto proporcionado pelo presente Convênio.

6.13 As Partes envidarão seus melhores esforços para resolver, com boa fé e em conformidade com seus interesses mútuos, quaisquer litígios, divergências ou reivindicações resultantes ou referentes a este contrato ou a sua inadimplência.

6.14 Se qualquer disposição contida neste Contrato for considerada inválida, ilegal ou inexequível de qualquer forma, a validade, legalidade ou exequibilidade das outras disposições contidas neste Contrato não serão afetadas ou prejudicadas, de qualquer maneira, em virtude do referido fato. As Partes deverão negociar de boa-fé a substituição das disposições inválidas, ilegais ou inexequíveis por disposições válidas, cujo efeito econômico se aproxime o máximo possível do efeito econômico das disposições inválidas, ilegais ou inexequíveis.

6.15 Nenhuma das Partes poderá alegar desconhecimento ou não recebimento de qualquer comunicação que tenha sido dirigida e endereçada nos termos descritos deste regulamento.

6.16 As Partes se comprometem a informar, uma à outra, em caso de alterações de seus respectivos dados constantes.

6.17 Eventual estacionamento que venha a ser disponibilizado pela unidade BLUEFIT seguirá as regras próprias de utilização afixadas na respectiva unidade, não integrando o presente Contrato.

7. DO FORO

7.1 Fica eleito o foro da Comarca de São Paulo para dirimir todas as questões referentes à execução do presente Instrumento, em detrimento a qualquer outro, por mais privilegiado que seja. São Paulo, 14 de janeiro de 2020.

#VempraFernandes e participe!